Mude a forma de buscar emprego em 2018

 

Você sabia que hoje existe uma nova forma de buscar emprego?

O LinkedIn fez um pesquisa com recrutadores e gestores de RH, que foi divulgada em janeiro, sobre as novas tendências de contratações para 2018.

As quatro grandes tendências para este ano incluem o uso de tecnologia de inteligência artificial, novas técnicas de entrevistas baseadas na análise comportamental, uso do Big Data para filtrar os candidatos e parâmetros voltados para a diversidade. Tudo para fazer a busca por um candidato ficar mais “humana”. 

E eu testemunho diariamente pessoas reclamando que estão entregando o currículo na empresa e enviando por e-mail e pelos sites de recrutamento, mas que não conseguem oportunidade para entrevista.

Eu atendi um cliente em transição profissional que me mostrou os dados de envio de mais de 300 currículos sem nenhum retorno para entrevista e quando fui avaliar como ele estava fazendo o envio ele tinha usado sites como Vagas.com e Catho, se candidatava nas oportunidades e ficava esperando o retorno.

Ele não tinha um perfil ativo no LinkedIn, não buscava relacionamentos com os recrutadores e demais colaboradores das empresas que tinha interesse em trabalhar, nãocompartilhava conteúdos e tão pouco reforçava a sua marca pessoal com a rede de contatos que já possuía.

A forma de buscar emprego mudou gente! Não só em 2018, faz mais tempo…

Eu gravo vídeos desde 2015 falando disso…rs  

Hoje em dia você precisa se relacionar online e offline, mostrar ao mundo o que você tem de bom e usar toda essa tecnologia a seu favor.

Por isso, o que eu aprendi com esses clientes é que o relacionamento humano é fundamental para tudo na vida, seja na internet ou pessoalmente.

Por isso, separei algumas dicas para você:

-Defina o seu foco profissional e deixe isso claro em todas as suas redes sociais. O LinkedIn deve ser a sua principal rede de relacionamento profissional online, mas é importante ter informações profissionais em todas. Isso garante a integridade das informações sobre você. Ex: Em uma rede você é analista de recursos humanos e na outra empresário.

– Tenha uma presença online relacionada com o seu objetivo profissional. Use palavras-chave relacionadas com o seu objetivo na hora de construir o seu perfil em um site de recrutamento ou rede social, compartilhe conteúdos, curta, siga influenciadores.

– Entenda as habilidades e competências necessárias para a área que você deseja trabalhar e busque desenvolvê-las no dia a dia. Leia e fale sobre o assunto, busque referências na internet e em livros. O processo seletivo será pautado cada vez mais na parte comportamental e isso pode acontecer de forma online ou presencial.

– E por último, a dica mais importante: Relacione-se online e offline!

Busque pessoas novas, troque informações sobre o mercado, marque um café, conheça os recrutadores pessoalmente. Comunique-se com a sua rede de contatos, mostre o seu objetivo e coloque-se a disposição. 

Use as novas formas de buscar emprego a seu favor, mude o modo como se relaciona com as tecnologias e com as pessoas para ter acesso a todas as oportunidades que deseja.

Foco na Carreira!

Veja o vídeo que gravei sobre esse assunto: https://youtu.be/6rvcUO0lRTU

Joice Vicente
Joice Vicente
Psicopedagoga, Coach de Carreira e Vocacional, Especialista em Recursos Humanos e Gestão de Pessoas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *